Formatos, ilustrações, tipografias, interfaces: a vida está cada vez mais visual. É por essa razão que os profissionais da área de Design Gráfico acabam se tornando peças fundamentais no mercado atual, sempre mais tecnológico. Hoje, com as redes sociais, essa profissão vem ganhando ainda mais espaço, através de layouts de postagens e interfaces de aplicativos.

Esse profissional tem o poder de transmitir uma mensagem para um grande público através de uma imagem. Seus trabalhos estão presentes desde a capa de um livro até um outdoor, por exemplo. Quem busca por um emprego na área precisa dominar ferramentas de desenhos e manipulações (como pacote Adobe, Corel Draw e Maya, por exemplo), além de ter ou aprender noções sobre semiótica, fotografia, modelagem 3D, produção gráfica, entre outros.

Mas, além disso, precisa buscar estar sempre antenado. Essa é uma profissional que requer atualização constante para não virar um profissional obsoleto. Por isso, o designer gráfico precisa:

  • Gostar de tecnologia
  • Gostar e praticar a computação gráfica
  • Ter um perfil criativo
  • Ser uma pessoa inovadora e atualizada
  • Ter afinidades com desenhos
  • Apreciar artes e eventos artísticos e culturais
  • Ter um bom senso estético
  • Trabalhar em equipe
  • Comprometimento com resultados

O que faz o designer gráfico?

Essa é uma profissão escolhida que vai além da capacidade desenhar. A pessoa precisa gostar de elaborar projetos. O designer cuida da parte estética e visual de diferentes produtos e serviços, como: peças, projetos, animações, logotipos de marcas, itens de papelaria para impressão (cartazes, cartão, panfletos, etc), layouts, interfaces, criação de anúncios, entre outros.

O mercado de trabalho do Design Gráfico

Além do crescimento tecnológico e o domínio do Design Gráfico também nas redes sociais, os empreendedores estão cada vez mais conscientes de que a linguagem e a identidade visual fazem diferença para as empresas, sejam elas, pequenas, médias ou grandes. É justamente essa comunicação que irá trabalhar a marca no inconsciente das pessoas.

Por isso, essa é uma área em constante expansão atualmente. Os salários, no entanto, podem variar bastante, conforme o grau de experiência do profissional. O valor médio pago ao designer fica entre R$ 1,5 mil e R$ 2 mil. Os melhores salários são ofertados na grande São Paulo e no Distrito Federal.

Onde conseguir um emprego?

Como essa é uma área de muita criatividade e versatilidade é possível conseguir emprego em diferentes vertentes de atuação. Alguns exemplos são: animação, branding, design editorial, design de embalagens e ainda direção de arte. Esses são alguns locais onde é possível arranjar emprego:

  • Agência gráfica
  • Agência de marketing
  • Agência de publicidade
  • Escritório de design gráfico
  • Editoras
  • Jornais e revistas

Design Gráfico da Bit Cursos

Você tem esse perfil e quer entrar nesse mercado de trabalho? A Bit Cursos oferece para você as principais técnicas e conceitos através do seu curso tecnológico de Design Gráfico. Além de disponibilizar material didático atualizado, instrutores qualificados e instalações modernas, a Bit ainda disponibiliza suporte para quem está buscando emprego ou estágio na área.

Entre em contato com a nossa equipe e faça já a sua inscrição!