Para conseguir atingir a fluência no inglês é preciso deixar de lado muitas regras e estruturas gramaticais do português e dominar fonemas que não são recorrentes na nossa língua. Ou seja, conseguir falar uma nova língua é um longo processo e exige que você pense como um nativo.

Confira abaixo alguns dos erros mais comuns que os brasileiros cometem ao falar inglês e prepare-se para evitá-los:

  • Usar uma palavra em inglês com seu significado em português

Os falsos cognatos são um dos erros mais comuns. Isso porque se trata de palavras em inglês com grafia bastante parecida à forma como são escritas em português, por exemplo: costume (fantasia), que se parece com “costume”, pretend (fingir), contest (competição), fabric (tecido), entre outros.

  • Usar a preposição correta em verbos frasais

O uso de preposições no inglês é tão variado quanto no português, com uma diferença: estas palavras são usadas para compor verbos frasais, que não existem no idioma do brasileiro. A mudança de uma preposição nestes casos altera o significado da expressão. Por exemplo: look out (ter cuidado) e look into (verificar).

  • Não pronunciar o dígrafo “th” corretamente

Este dígrafo não existe em português, mas é bastante comum no inglês, usado em palavras para think (pensar), thank (agradecer) e thick (grosso). Para produzir o som corretamente, é necessário colocar a ponta da língua nos dentes superiores, um movimento na boca que os brasileiros não estão acostumados a realizar e acabam pronunciando-o com som das letras “F” ou “T”.

  • Confundir palavras de grafia e pronúncia parecidas

No inglês, existem diversas palavras de pronúncias muito parecidas que, se trocadas uma pela outra, podem deixar mudar completamente seu significado. É o caso, por exemplo, de kitchen (cozinha) e chicken (frango), ear (orelha) e year (ano); e sheep (ovelha) e ship (navio); entre outros.

Para evitar esses erros, somente com muito estudo. Por isso, busque aproveitar ao máximo as aulas no curso de inglês, tire todas as suas dúvidas, pratique a conversação com amigos, etc. A prática pode levar à perfeição, por isso, não desista e continue na busca pela fluência.