Entender a diferença entre “a” ou “an” pode não ser fácil para alguns alunos dos cursos de inglês. Ambos os artigos querem dizer “um” ou “uma”, mas têm usos um pouco diferentes da língua portuguesa.

Uma das principais diferenças é que, na gramática inglesa, não existe distinção de gêneros para os artigos, como por exemplo em português:  o, a, os, as. Sendo assim, para saber quando é correto utilizar “a” ou “an”, continue lendo este post!

Existe uma regra bem simples para o uso do “a” ou “an”

Quando a palavra começa com um som de vogal usa-se an – você vai perceber que pronunciar essas palavras fica até mais fácil com an: “a book” (um livro), “a dog” (um cachorro), “a game” (um jogo) e “a cup of coffee” (uma xícara de café).

Quando a palavra começa com som de consoante, usa-se a: “an apple” (uma maçã), “an ice cream” (um sorvete) e “an idiot” (um idiota).

Mas como assim começa com som de vogal ou consoante?

Existem algumas palavras que podem começar com ‘h’ mudo, por exemplo, mesmo o ‘h’ sendo uma consoante, ela tem som de vogal. Assim, ela requer ‘an’: “an heir” (um herdeiro), “an honest mistake” (um erro inocente).

Isso também acontece com palavras que começam com vogais, mas que têm som de consoante. Mais especificamente quando a palavra começa com ‘e’ ou ‘u’ que tem som de ‘y’ (soando como ‘you’) e quando começa com ‘o’ com som de ‘w’ (o mesmo som da palavra ‘won’). Exemplos: “a one man army” (um exército de um homem só), “a European girl” (uma garota europeia).

Se você se lembrar da regra pelo som e souber as exceções de som (quando vogal soa como consoante, quando consoante soa como vogal), não terá mais problemas para usar os artigos indefinidos em inglês: “a” ou “an”