É claro que ser honesto durante uma entrevista de emprego é sempre a melhor opção, no entanto, existem alguns assuntos que não precisam ser abordados. Confira alguns exemplos:

Posicionamento político

Em tempos de tamanha polarização política no Brasil, esse é um tema que precisa ser evitado durante uma entrevista de emprego. Por isso, é ideal que o candidato não leve esse assunto para o entrevistador. Caso o contrário ocorra, o melhor é responder de maneira equilibrada e ponderada, sempre respeitando outros pontos de vista.

Religião

Algumas empresas podem perguntar sobre a religião do candidato para conhecer melhor seus compromissos e hábitos, além de sua disponibilidade para trabalhar aos domingos e feriados, por exemplo. No entanto, como se trata de uma informação de caráter pessoal, não é obrigação de o entrevistado responder.

Razões pessoais para ter saído do último emprego

Descrever a sua história profissional de forma sincera e coerente é importante para a entrevista de emprego. Mas nem todos os detalhes das suas experiências profissionais precisam ser expostos, principalmente, se envolverem conflitos interpessoais. Não é necessário relatar se você brigou com o seu chefe e pediu demissão, por exemplo.

 

Por se tratarem de temas de caráter pessoal, é ideal que o próprio candidato não os leve para discussão durante a entrevista. No entanto, caso partam do recrutador, o entrevistador pode se sentir à vontade para perguntar no que aquele assunto será relevante para sua contratação e, por fim, se recusar a responder caso sinta necessidade.